sábado, 18 de agosto de 2012

Erros

Por que às vezes eu sinto que são por erros meus o que não acontece?! Será que sempre preciso carregar este martírio dentro de mim?! São tantas perguntas sem respostas que eu fico com medo. O medo pode ser uma proteção, mas em excesso é o que pode nos levar à  loucura. Neuroses e pensamentos cíclicos sem fim. Prender-me à algo inconsistente é igual a uma areia movediça, pode ser "engolido" a qualquer momento e não tem como escapar. Eu penso nas coisas boas que tenho, em tudo para não deixar-me tão pra baixo, mas não posso fugir de um sentimento que não vai embora. Quando o outro entenderá que a emoção me define? O uso da razão é levado pelo emocional, mas nem sempre é aquilo que queremos demonstrar. É difícil ter a felicidade plena, mas não impossível! Estou à busca deste encontro, só falta ele ser destemido e encontrar-me. Estou aqui de braços abertos, não tenho escapatória! Um dia irei cansar-me, sim, mas o que foi apagado pode ser aceso novamente.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Sinta!

Esperei ontem, espero o hoje e o amanhã... Criar expectativas não levam a nada. Simplesmente quero viver, quero sentir, quero amar!
Entrego-me à felicidade! Por que ter medo de ser feliz? De crescer? De mudar? 
Por que ter sempre o mesmo pensamento clichê de que não dará certo? Sofrer por antecipação que desgasta o que há de mais importante...o êxtase de nossas emoções.
Só tenho a dizer agora... VIVA!

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Pensar, pensar e pensar...

Pensamentos e mais pensamentos.... cansada de tanto pensar!!! Queria por um momento viver sem precisar raciocinar, assim não me martirizo o tempo todo. Controlar as emoções  é bem difícil. Busco algum refúgio, mas para aonde irei?!
Mas algo bom vai acontecer, sinto isso!

terça-feira, 29 de maio de 2012

Selvagem

 Tenho uma agonia dentro de mim e não sei dizer o que é. Talvez seja de amor ou de tesão, sobre a vida profissional ou social... Tenho um peso no coração, uma vontade de chorar, de berrar, de estar alegre! Colo isso no papel para ver se adianta alguma coisa...
 Já não sei mais o que fazer, meu disfarce não é mais o mesmo, minhas defesas estão fracas. Quero sentir-me desejada, amada, sentir-me realizada.
 Estudos nem por um decreto entram na minha mente. Minha emoção fala mais que a razão. Parece que o passado encontrou-me de novo. Preciso dar espaço ao futuro.
 Canso-me das alegrias repentinas, dos carinhos rápidos e das carícias avassaladoras. Se for uma paixão que traga um prazer, mesmo que seja por pouco tempo, teria uma satisfação.
 Sou contraditória por vezes, mas tudo encaixa-se em salientar minhas vontades. Sou uma ser humano, um animal selvagem, sou os dois dependendo do momento. Sou um tudo ou um nada!

terça-feira, 20 de março de 2012

Só isso

Minha forma de expressar parece um exagero
Só preciso de um momento para explicar
Posso extravasar sentimentos
Mas no fundo consigo me controlar.

Quero só a paz em minha mente
A compreensão é a chave da entrega
Tocar e sentir é o que quero
Conquista recíproca é o que me completa.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Busca

Andar, olhar, perceber o quanto a vida é rica de sentimentos. Em frente vejo o caminho, ao lado vejo pessoas vivendo seus momentos, não consigo enxergar o que deixo para atrás, mas sei que o melhor está por vir. Queria guardar o meu passado como um filme, que posso assistir e no fim não viver aquilo de novo. Busca insaciável de amores, paixões e amizades. Quero que alguém descubra o meu limite, e conquiste o infinito que possa fazer dele. Continuo a minha viagem, sem data prevista e que um dia eu encontre o que sou.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Recíproco

Quero estar ao lado de alguém que me satisfaça em todos os sentidos
Busco a reciprocidade do amor de ambos, quero que cada um complemente o outro.
Quero que alguém conquiste minha mente, domine todos os meus pensamentos
Busco em meus sonhos permitir-me ao amor, entregar-me por inteira.
Quero ser amada por quem realmente sinto desejo e atração
Busco o amor intenso e apaixonante.